Wednesday, January 07, 2009

SUGESTÕES DE DOCUMENTÁRIOS NO YOUTUBE

Povo lindo, povo inteligente,

quem não gosta muito de televisão queria sugerir três documentários que estão disponíveis no youtube, e que são muito interessantes.
"A Revolução não vai ser televisionada", para voce entender um pouquinho que acontece na Vezezuela, e ver o que um povo, munido da constituição, é capaz de fazer para lutar pelo seu país.
Além do mais, descobrir porque o presidente Hugo Chavez é um dos homens mais influentes da América Latina dos últimos tempos.
"Poder para o povo" conta a história dos Panteras negras e sua luta contra o racismo nos Estados Unidos, seu trabalho na comunidade, na preparação de homens e mulheres, na construção da auto-estima, para que guerreiros e guerreiras não sucumbissem na guerra contra o preconceito.
"SICKO- S.O.S. Saúde", Michel Moore expõe as feridas do sitema de saúde americano, e mostra como império trata seus homens e mulheres, inclusive seus heróis, que não têm plano de saúde. Da hora também.
Se você já viu, beleza, mas se não... a gente vai ter assunto por muito tempo.

É isso. Enquanto o corpo descansa, a mente trabalha.

Tô sentindo falta das pessoas da Cooperifa.

Abs.

Sérgio Vaz




A REVOLUÇÃO NÃO VAI SER TELEVISIONADA - SOBRE HUGO CHAVEZ
PARTE 1 (TEM 10 PARTES)

O documentário A revolução não será televisionada, filmado e dirigido pelos irlandeses Kim Bartley e Donnacha O’Briain, apresenta os acontecimentos do golpe contra o governo do presidente Hugo Chávez, em abril de 2002, na Venezuela. Os dois cineastas estavam na Venezuela realizando, desde setembro de 2001, um documentário sobre o presidente Hugo Chavez e o governo bolivariano quando, surpreendidos pelos momentos de preparação e desencadeamento do golpe, puderam registrar, inclusive no interior do Palácio Miraflores, seus instantes decisivos, respondido e esmagado pela espetacular reação do povo.

É apresentado o cenário em que se desencadeiam os acontecimentos de abril de 2002. A Venezuela está entre os cinco maiores países produtores de petróleo do mundo, sendo um dos maiores fornecedores dos Estados Unidos. Ao assumir a presidência, em 1998, Hugo Chavez passou a defender a distribuição dos rendimentos auferidos com o petróleo para investimentos sociais voltados à maioria do povo e intensificou as críticas às políticas liberais inspiradas nos EUA, o que levantou a ira das classes dominantes locais e do imperialismo norte-americano, acostumados a governos submissos.

A partir de então, o governo de Hugo Chavez e a “revolução bolivariana” passariam a enfrentar, diariamente, uma verdadeira cruzada na mídia empreendida pelos cinco canais de televisão privada do país. A cruzada foi respondida com o avanço da mobilização e a organização da grande massa de explorados do país, abrangendo mais de 80% da população pobre. Em 1999 foi aprovada, por meio de referendo popular, a nova Constituição da Venezuela. Ela ampliou a participação política das massas populares através da organização dos círculos bolivarianos pelos bairros e favelas.

Com bastante propriedade, o documentário consegue mostrar a permanente campanha de mentiras urdida pelos meios de comunicação contra o governo de Hugo Chavez, as relações da grande mídia com a elite econômica, militares dissidentes e a articulação dos EUA na manipulação dos fatos. Evidencia também a intervenção direta do imperialismo norte-americano na organização do golpe, em sua preparação e organização na embaixada americana em Caracas que foi, posteriormente, comprovada com documentos. Como disse o então diretor da CIA George Tenet, em entrevista na TV Venezuelana, dias antes do golpe, Chavez “não está preocupado com os interesses dos EUA”.





PODER PARA O POVO - PANTERAS NEGRAS ALÉM
PARTE 1 (TEM 6 PARTES)

Este documentário conta um pouco a história dos Panteras Negras, e mostra que o grupo foi muito mais do que um bando de caras armados, e mostra efetivamente seu trabalho na comunidade. Com alfabetização de adultos, reforço escolar para as crianças, saúde, etc. Um trabalho maravilhoso, e que muitos líderes comunitários no Brasil já fazem, sem de darem conta disso. Enquanto muitos falam em segurar armas, e nem se quer conhecem a sua própria comunidade.






SICKO - S.O.S. SAÚDE
Parte 1 (tem 10 partes)

Neste novo documentário, Michael Moore investiga porque os Estados Unidos, o país mais poderoso do mundo contemporâneo, tem um sistema de saúde pública pior do que alguns países do Terceiro Mundo. Sem ocupar tanto espaço no quadro como em Fahrenheit - 11 de Setembro, ele conta casos exemplares de como o sistema é predatório porque visa lucro e não salvar vidas. E, para arrematar, vai a países como França e Cuba para comparar os sistemas.

1 comment:

PERIAFRICANIA said...

Sem palavras Sergião!
Quero agradecer pela indicação e dizer que seu Blog ta mil grau!
Só INFORMAÇÃO,CONHECIMENTO, muita poesia, mas não uma poesia qualquer, ela sangra, faz pensar, refletir.
Sou um previlegiado.
Abçs.